Try using it in your preferred language.

English

  • English
  • 汉语
  • Español
  • Bahasa Indonesia
  • Português
  • Русский
  • 日本語
  • 한국어
  • Deutsch
  • Français
  • Italiano
  • Türkçe
  • Tiếng Việt
  • ไทย
  • Polski
  • Nederlands
  • हिन्दी
  • Magyar
translation

Esta é uma postagem traduzida por IA.

허영주

[Coluna de Heoyoung Ju] Como evitar o "Suicídio por Evisceração de Ganso" do Fifty Fifty

  • Idioma de escrita: Coreana
  • País de referência: Todos os países country-flag

Selecionar idioma

  • Português
  • English
  • 汉语
  • Español
  • Bahasa Indonesia
  • Русский
  • 日本語
  • 한국어
  • Deutsch
  • Français
  • Italiano
  • Türkçe
  • Tiếng Việt
  • ไทย
  • Polski
  • Nederlands
  • हिन्दी
  • Magyar

Texto resumido pela IA durumis

  • O sucesso do Fifty Fifty na Billboard demonstra o potencial do K-pop, mas a disputa com a agência revela o lado sombrio da indústria do K-pop.
  • O problema do "tampering" por forças externas é grave, e artistas e agências devem resolver essa questão por meio do fortalecimento das habilidades de comunicação e da educação moral.
  • Artistas de K-pop devem crescer como pessoas com habilidades de comunicação saudáveis e caráter, além de habilidades de dança e canto, e as agências devem cultivar talentos com responsabilidade social, além de simplesmente treinar artistas.

Mundo dos criadores de Hyung-yeong-ui]
'Ganso que põe ovos de ouro' com escalada mais rápida do Billboard
O conflito devido à falta de comunicação é um veneno também para o K-Pop
Em vez de uma máquina de dança e canto, um ídolo com comunicação saudável

Grupo feminino Fifty Fifty / Fonte: Yonhap News


O sucesso do 'FIFTY FIFTY', que alcançou as paradas do Billboard mais rápido na história e permaneceu no top 100 por mais de 20 semanas, é uma prova de que o K-Pop também pode se tornar uma 'galinha dos ovos de ouro'. No entanto, a briga que se seguiu entre a gravadora e o ídolo é mais do que decepcionante, é de tirar o fôlego.

Em apenas seis meses de estreia, a FIFTY FIFTY processou a gravadora, que alegou problemas com o pagamento, violação da gestão da saúde, falta de apoio e até vendeu relógios e usou o dinheiro de sua mãe de 90 anos para cobrir as despesas. Havia muita gente que dizia que a banda tinha perdido a língua. A FIFTY FIFTY tocou no coração do povo sul-coreano, o sentimento de 'traição', que é o que eles mais odeiam, então, até mesmo o fim da banda foi previsto. É preocupante que a 'galinha dos ovos de ouro' possa se tornar vítima do 'suicídio da galinha dos ovos de ouro'.

Do ponto de vista de quem foi trainee de ídolo e cantor por sete anos, saiu da gravadora e abriu seu próprio negócio, posso entender os dois lados. Se olharmos para trás, como artista, quase nunca vi ídolos gratos à empresa e que a apoiassem com alegria, todos estavam insatisfeitos. Era comum criticar a empresa quando se reuniam.

Eu vi muitos 'eu sou bom, você é ruim', e pensei: 'nunca vou trabalhar no ramo do entretenimento'. Não quero criticar ninguém, mas é comum ter 'insatisfação', e isso não é estranho. Na verdade, será que é só o ramo do entretenimento? Se você entrar no Blind, você consegue encontrar funcionários que se sentem responsáveis e pensam que estão construindo a empresa juntos?

Além disso, do ponto de vista das integrantes da FIFTY FIFTY, que alcançaram um sucesso repentino em tenra idade, não é de se estranhar que elas sintam mais frustração do que gratidão pela empresa. Eu também já me ressenti com o meu CEO quando meu grupo não fazia sucesso, quando eu era contratado por uma gravadora.

Mas com o tempo, me coloquei no lugar do meu CEO, e passei a entender a empresa e a ficar do lado dela. A empresa não era uma organização beneficente, ela precisava lucrar para sobreviver, e era impossível atender a todas as necessidades de todas as pessoas.

Na época em que eu estava na ativa, não consegui lançar muitos álbuns, a empresa enfrentou uma crise repentina e os funcionários ficaram alguns meses sem receber salário por causa do escândalo da 'T-ara'. Quando eu estava na empresa, eu pensava: 'por que não estão nos promovendo?', mas me tornei CEO e entendi que, naquele momento, promover nosso grupo era impossível, considerando a situação da empresa.

Trabalhando no ramo do MCN, que é a gravadora dos criadores, esse problema se repetiu. A maioria dos criadores entra na empresa com boas intenções, mas fica insatisfeita e acaba indo para outro MCN. Percebi que é muito difícil criar pessoas.

Em resumo, é difícil para os artistas entenderem a posição do CEO e da empresa, e isso faz com que eles vejam a situação de forma egocêntrica, o que leva à 'insatisfação' tanto quando a empresa os trata bem quanto quando não os trata bem. A empresa é a responsável por todas as 'responsabilidades', então precisa administrar essas situações e seguir em frente. O público se decepcionou ao não encontrar filhos maduros que reconhecessem os sacrifícios dos pais, mas essa é a fantasia de todos os pais.

No entanto, o problema da polêmica da FIFTY FIFTY está em outro lugar. É a suspeita de 'gaslighting' por parte de uma 'força externa', não apenas dos pensamentos e escolhas independentes das integrantes. É o chamado 'tempering'.

'Tempering' é um termo usado frequentemente no mundo dos esportes, e significa 'roubar o jogador (artista)'. A gravadora da FIFTY FIFTY, ATTRAKT, contratou a empresa externa THE GIBBERS para fazer a produção, e alegam que a THE GIBBERS se aproximou da FIFTY FIFTY para incitá-las a romper o contrato. A THE GIBBERS afirma que isso é falso, então a disputa será resolvida nos tribunais.

No entanto, permitir que 'forças externas' interfiram na relação entre a gravadora e os artistas contratados não é bom para o desenvolvimento do K-Pop. Eu também vivi duas vezes o problema de 'forças externas' durante meu período como empresário.

Em uma ocasião, eu mesmo me deixei influenciar por uma 'força externa', e na outra, a 'força externa' tentou levar um de nossos parceiros de negócios. Quando eu me deixei levar, fiquei tentado pelas palavras da 'força externa', dizendo que 'poderia fazer o negócio crescer', mas felizmente meu antigo parceiro me segurou, e mantivemos a relação. Mantivemos a relação, mas perdi uma empresa e dinheiro, e paguei um alto preço.

A partir dessa experiência, aprendi que preciso construir uma relação forte com meu parceiro, e tomamos todas as decisões e nos comunicamos apenas nós dois, sem a influência de outras pessoas. No início de um novo negócio, um novo parceiro foi abordado por uma 'força externa', e, como já havia passado por isso, tentei entender a situação e me comunicar, mas a 'força externa' impediu a comunicação, e perdi o relacionamento de forma frustrante. Depois de passar por duas 'forças externas', aprendi que qualquer pessoa pode passar por isso na vida.

Pode parecer um exemplo aleatório, mas tive essa ideia enquanto assistia ao programa de variedades '나는 솔로 16기' do SBS Plus, que está em alta. Kwang-soo escolheu Ok-soon, e depois ouviu dizer a outras pessoas: 'Tome cuidado' e 'Parece que Ok-soon gosta de outra pessoa'. Ele mudou de ideia. Verificando os fatos, Ok-soon sempre disse que gostava de Kwang-soo, e tudo era um mal-entendido. Kwang-soo questionou os outros participantes que espalharam esses boatos, mas a situação já estava resolvida.

Oksun, temporada 16 de "Eu Sou o Único" / Captura de tela do YouTube


O coração de Ok-soon se foi, Kwang-soo se tornou um 'menino fácil' e, de repente, um idiota. Independentemente do que as pessoas dizem, foi Kwang-soo quem fez a escolha, e ele é o responsável, mas pense em como é. Se você tem um namorado legal, mas duas ou três pessoas ao seu redor começam a dizer: 'Tome cuidado', 'Não confie tanto nele', etc., você não se sentiria abalada?

É difícil viver 'com os pés no chão' e não se deixar levar por forças externas. Mesmo adultos se sentem influenciados pelas palavras dos outros e se deixam levar pela tentação. É difícil viver 'com os pés no chão', honrar seus compromissos e não se deixar levar pelas palavras dos outros ou por forças externas. Isso é uma das habilidades que você adquire com o tempo, com a experiência de vida e com os erros e as dificuldades, mas as integrantes do FIFTY FIFTY, que acabaram de dar seus primeiros passos na sociedade, ainda não têm essa habilidade. E é uma pena que, nesse momento, até mesmo os protetores das integrantes não tenham conseguido se manter firmes. É realmente muito triste.

Como resolver esse problema? Podemos reforçar as leis para acabar com o 'tempering', e podemos encontrar soluções em diversas áreas, mas acredito que a solução deve ser encontrada na relação entre os artistas e suas gravadoras. Por isso, quero usar esse caso como uma lição para o entretenimento. Artistas e gravadoras devem ter treinamento obrigatório para fortalecer a comunicação e o caráter. O caráter e a comunicação são essenciais para uma base sólida e duradoura. Não crie artistas que apenas saibam dançar e cantar, crie artistas com um caráter forte e capazes de lidar com grandes responsabilidades, para criar ídolos de nível mundial. Só assim a galinha poderá continuar a botar ovos de ouro.

É muito comum que ídolos saiam da empresa após o término do contrato, sem saber nada do mundo. Vendo meus colegas que saíram da empresa e só sabiam dançar e cantar, senti medo, por isso estudei muito. Para liderar a cultura do K-POP, as gravadoras não devem ver os artistas como ferramentas que trabalham por sete anos em dança e canto, depois são descartados. Elas devem ter responsabilidade, criar pessoas com caráter, dar a elas uma boa formação e ensiná-las a serem pessoas com boa influência, que podem ter um impacto positivo na sociedade. É hora de as gravadoras criarem pessoas, não apenas artistas. Houve um grande sacrifício, mas usemos esse caso como um material para educar os talentos do futuro do K-POP.

O ser humano cresce por meio dos erros e da responsabilidade por eles. O FIFTY FIFTY deve ter aprendido uma lição muito dura em uma idade muito jovem, uma lição que qualquer pessoa pode aprender.

※ O autor é o autor do artigo.Artigo do jornal econômico femininoe foi copiado.


허영주
허영주
성균관대학교에서 연기예술학과 철학을 전공했다. 걸그룹 ‘더씨야’, ‘리얼걸프로젝트’와 배우 활동을 거쳐 현재는 팬덤 640만 명을 보유한 글로벌 틱톡커 듀자매로 활동하고 있다.
허영주
[Coluna de Heoyoung Ju] "Vou deixar meu emprego e me tornar um YouTuber" Para os trabalhadores que sonham com isso Ser um criador parece ser um trabalho divertido e livre, mas a realidade não é fácil. Os 1% superiores ganham mais de 700 milhões de wons por ano, mas os 50% inferiores ganham apenas 400.000 wons por ano, mostrando uma polarização severa. Além disso, você

12 de junho de 2024

[Coluna de Heoyoung Ju] A história de uma mãe adolescente com três filhos com pais diferentes incentiva a natalidade? O artigo levanta o problema de programas de televisão que estão a aumentar a aversão ao casamento e à natalidade, mostrando exemplos extremos, que estão a destruir as esperanças dos jovens em relação ao casamento e à natalidade. O artigo enfatiza a impor

14 de junho de 2024

[Coluna de Heoyoung Ju] 'Eu sou confiável' Como detectar um golpista Recentemente, Jeon Cheongjo, que ganhou fama ao anunciar seu casamento com Nam Hyun-hui, foi revelado como um golpista. Ele enganou várias pessoas, incluindo a esgrimista Nam Hyun-hui, com a mentira de ser transgênero e roubou mais de 1 bilhão de won. Jeo

12 de junho de 2024

Subsidiária da HYBE, ADOR, aborda os problemas do K-POP e as opiniões francas da CEO Min Hee-jin A CEO da ADOR, Min Hee-jin, recentemente fez uma declaração à imprensa, criticando os males do sistema de multi-labels com foco em grandes empresas e os problemas do mercado de cartões foto de idols, afirmando que o NewJeans quer mostrar que pode ter suce
Rebeka letter
Rebeka letter
Rebeka letter
Rebeka letter
Rebeka letter

28 de abril de 2024

[Revisão de K-Drama & Introdução ao Local de Filmagem] 'Não Há Segredos' Episódio 1 O drama da JTBC 'Não Há Segredos' é uma série que retrata de forma honesta os desafios realistas enfrentados por apresentadores autônomos e os aspectos sombrios da indústria de mídia. Centrado na história da apresentadora Yoon Ji-hu, que atua como assiste
Rebeka letter
Rebeka letter
Rebeka letter
Rebeka letter
Rebeka letter

13 de maio de 2024

Apresentação, personagens e informações sobre o drama "Não Há Segredos" O drama da JTBC "Não Há Segredos" é uma comédia romântica divertida sobre Song Gi-baek, um apresentador que se tornou um Hulk incontrolável, e On Woo-ju, um escritor de programas de entretenimento cheio de paixão. Com atuações brilhantes de atores como
소소한 이야기들
소소한 이야기들
소소한 이야기들
소소한 이야기들
소소한 이야기들

3 de maio de 2024

Meu 'fandom' está destruindo o meio ambiente? As sombras da indústria do K-pop Os fãs de K-pop estão envolvidos na cultura de 'unboxing de álbuns', comprando vários álbuns para coletar as fotos de seus ídolos favoritos. No entanto, isso impõe um fardo financeiro aos fãs e causa problemas de poluição ambiental. A indústria do entrete
오리온자리
오리온자리
오리온자리
오리온자리
오리온자리

7 de fevereiro de 2024

15 Citações de K-POP que expressam amor pela música e pelos fãs Apresentamos 15 citações que mostram o relacionamento especial entre ídolos de K-POP e seus fãs. Experimente a profunda ligação do fandom de K-POP através de mensagens sinceras de gratidão, amor e respeito pelos fãs.
명언여행
명언여행
Fandom do K-POP
명언여행
명언여행

17 de junho de 2024

A CEO da Min Hee-jin mencionou 'governança'. A estrutura de vários rótulos da HYBE é oficialmente ideal, mas está em risco devido a conflitos culturais internos. A CEO Min Hee-jin apontou a falta de 'integração cultural', mencionando desequilíbrios de incentivos, diferenças de valores e interpretaçõ
Byungchae Ryan Son
Byungchae Ryan Son
Byungchae Ryan Son
Byungchae Ryan Son
Byungchae Ryan Son

26 de abril de 2024